Como curar Abscesso Dentário


Dizem que a dor de dentes é uma das piores dores de suportar e temos que concordar com isso!

A dor de dentes impede-nos de comer corretamente e pode causar dor em toda a cabeça, prejudicando por completo toda a nossa rotina diária.

Muitas são as causas das dores de dentes e o abscesso dentário é um dos problemas mais frequentes e quase todos nós já passamos por um episódio desta doença!

Neste artigo, vamos falar sobre abscesso dentário e suas causas e tratamentos!

O que é um abscesso dentário?

Um abscesso dentário é uma acumulação anormal de pus, que resulta de uma infeção no dente.

Tem o formato de uma pequena bolsa e é facilmente visível a olho nu. É uma bola de cor clara e de consistência dura, devido ao pus que contém no seu interior. Apesar de ser chamado de abscesso dentário, na realidade nota-se a alteração na área da gengiva que se encontra perto do dente afetado pela infeção.

Normalmente, um abscesso é resultado de uma contaminação bacteriana que infeta a polpa dentária.

Quando esta primeira infeção não é tratada rapidamente, gera-se pus e evolui para o abscesso dentário.

Existem dois tipos de abscesso dentário: abscesso periodontal e abscesso periapical.

O primeiro acontece quando há acumulação de pus na gengiva devido a infeção provocada por bactérias. O segundo ocorre quando a infeção está focalizada na raiz do dente e pode ser causado por cáries avançadas e por infeções resultantes de um dente partido.

Em ambos os casos, a formação de um abscesso significa que a infeção já está num estado muito avançado e que é urgente o seu tratamento, sob pena de evoluir para situações mais graves que podem comprometer a vida do paciente.

Causas do abscesso dentário 

As cáries são a causa mais comum para o aparecimento do abscesso dentário e, infelizmente, uma grande parte da população mundial sofre de cáries dentárias.

Ainda existe muita irresponsabilidade quanto à saúde oral em alguns locais do Mundo. É muito importante que a cárie seja tratada logo no seu estágio inicial, para evitar que evolua para problemas mais complicados (e dolorosos!).

A gengivite (inflamação da gengiva) também é uma das causas de abscesso, bem como a doença periodontal.

Quando um dente se parte (seja por queda ou por trincar algo mais duro) é muito comum surgir um abscesso, pois a polpa dentária fica exposta e é facilmente contaminada.

Outras causas menos frequentes são existência de quistos e de fraturas na mandíbula.

Sintomas de um abscesso dentário 

Os sintomas de um abscesso são muito evidentes: dor localizada no dente que está afetado, inflamação local, alta sensibilidade ao toque, dificuldade para mastigar e mesmo para abrir a boca, sensação de sabor a pus na boca, dente mais escuro e gânglios do pescoço inchados.

Nos casos mais avançados de abscesso, onde o osso também já está afetado, os sintomas são mais sérios: náuseas e vómitos, calafrio, febre alta e diarreia. A pessoa que sofre de abscesso pode sentir ainda uma dor irradiada para o osso do maxilar e também para a cabeça.

Tratamento

Apenas o dentista saberá o tratamento ideal para cada abscesso dentário. Como se trata de uma infeção em estado avançado, é essencial recorrer a este profissional de saúde o mais rapidamente possível.

Sendo uma infeção, o tratamento é feito sobretudo à base de antibióticos que combatem as bactérias. Por norma, o dentista aconselha que se toma analgésicos ou anti-inflamatórios, de modo a diminuir a dor. Em alguns casos, pode ser necessário raspar a área afetada, sobretudo no caso de abscessos periodontais.

Nos casos mais graves e quando a infeção está mesmo muito avançada, pode ser necessário remover o dente.

Para aliviar a dor, aconselha-se bochechar com água morna com sal, depois das refeições, que é o momento em que a dor está mais forte.

Prevenindo o abscesso dentário

Não é possível combater de forma cem por cento eficaz o surgimento de abscessos, mas é muito importante tratar da sua saúde oral.

Uma boa higiene diária é fundamental para prevenir o aparecimento de cáries e deve consultar o dentista pelo menos duas vezes por ano para garantir que está tudo bem com os seus dentes!

E se suspeitar que está a desenvolver um abscesso dentário, consulte um médico de imediato e não deixe que este problema evolua para uma situação complicada!