Como Curar um Abscesso – O que é, Causas e Tratamento

Tem uma borbulha com pus? Em volta tem a pele vermelha? Dói ao tocar? Então saiba pode estar com um abscesso! Leia aqui o nosso artigo para saber como curar um abscesso.

O abscesso pode estar localizado em diversas áreas do corpo e dói quando se toca. Incomoda bastante, principalmente quando se localiza em áreas que estão em contato com outras partes do corpo, como por exemplo na virilha, ou debaixo do braço.

O que é um abscesso?

É chamado de abscesso (ou abcesso) uma cavidade que contenha pus e tecido inflamado, com cor característica vermelha, à volta dessa cavidade, resultante de uma infeção. O pus líquido no interior desse abscesso, forma-se devido à morte das células desse tecido, dos microrganismos e glóbulos brancos (células de defesa que combatem os microrganismos).

O abscesso pode crescer ou ficar mais pequeno, dependendo da quantidade de microrganismos que atacam nessa área e do número de glóbulos brancos que combatem esses microrganismos.

Os abscessos não têm um local específico para se desenvolverem, sendo que podem aparecer em qualquer em qualquer órgão e até nos tecidos debaixo da pele.

Porém, existem alguns locais que são mais comuns para aparecerem abscessos, que são a mama, axila (debaixo do braço), virilha e gengiva. No fígado e no cérebro também é possível, mas é muito raro.

Quais os tipos de abscesso que existem?

Estes são alguns dos tipos de abscesso:

  • Abdominal
  • Cerebral
  • Epidural
  • Hepático (no fígado)
  • Bartholin
  • Anorretal
  • Dentário
  • Pulmonar
  • Cutâneo
  • Subcutâneo
  • Periamigdaliano
  • Pilonidal
  • Medula espinal
  • Perianal
  • Lombossacral

O que causa um abscesso?

A principal causa dos abscessos, são os agentes patogénicos microbiológicos, tais como as bactérias, ameba, e algumas substâncias químicas, como por exemplo a essência de terebintina (solvente de origem vegetal, obtido através da destilação de resinas. É utilizado como solvente nas tintas a óleo).

Para além dos agentes patogénicos, causas naturais também podem levar ao desenvolvimento de abscessos, como algumas interrupções e punções na pele, as obstruções das glândulas sebáceas, inflamação nos folículos pilosos, alimentação rica em gorduras como a carne de porco, e a diabetes.

Os abscessos contém células mortas, bactérias e outros componentes que desencadeiam as reações de inflamação e a dor. As bactérias mais comuns causadoras de abscessos, são as estafilococos. Porém, o bacilo, que também é responsável pela tuberculose, também é capaz de formar abscessos.

Quais os sintomas de um abscesso?

O principal sintoma de um abcesso é a dor ao toque, dependendo essa dor principalmente do local onde se encontra o abscesso. Os abscessos têm tendencia a ficar piores com o passar do tempo.

Os maiores podem causar outros sintomas como febre, suores, mal-estar e calafrios, uma vez que o abscesso é uma infeção que existe no corpo.

A pele em redor do abscesso está inflamada com a cor característica vermelha, e quente.

Se tiver febre alta, se o abcesso for maior que meia polegada de diâmetro e se estiver perto da área retal ou virilha, ou se existirem estrias vermelhas a sair do abscesso, deve consultar imediatamente o seu médico.

Como curar o abscesso?

A aplicação de compressas quentes na área onde existe o abcesso é a principal forma de tratamento, principalmente nos abscessos pequenos. Esta técnica irá fazer com que o líquido do abscesso saia sozinho para o exterior, o que é bastante importante, uma vez que é o que se pretende, que todo o pus contido no interior saia para o exterior. É importante que não “esprema” a borbulha, nem force a saída do pus para o interior, pois isso pode levar a um trauma no tecido em volta do abscesso e ainda espalhar a infeção.

Para fazer a drenagem do conteúdo do abcesso, é necessário fazer um corte, fornecendo um “canal” de funga para o pus, quer através de um tubo de drenagem, quer deixando a cavidade aberta. Antes de fazer esta drenagem, a área em redor deverá ser anestesiada.

Nem todos os abscessos desaparecem após a drenagem, apesar de a maioria desaparecer após a drenagem, alguns requerem o tratamento com medicamentos para curar o abscesso. Por vezes, a presença do abscesso num órgão importante, como é o caso do fígado ou do cérebro, pode causar danos nos tecidos em volta e causar alguma perda funcional.

Para tratar a infeção do abcesso, normalmente são prescritos pelo médico, alguns antibióticos, antifúngicos ou antimebianas no caso de amebíase.

Se não ocorrer uma drenagem espontânea ou uma cirurgia para retirar o pus do abscesso, esse pus pode ser reabsorvido pela corrente sanguínea, podendo deixar uma cavidade no local do abscesso, onde sais de cálcio se podem depositar e formar uma massa calcificada.

Como curar um abscesso com tratamento natural

Fazer uma pasta de argila, adicionando 2 colheres de argila e um pouco de água, será o método mais apropriado para o tratamento do abscesso, isto porque os componentes da argila vão reduzir a inflamação e o inchaço, e acelera o processo de cicatrização.

A argila mais indicada para este tratamento, é a argila verde, que pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou mesmo em farmácias.

Para aplicar essa pasta de argila, deve colocar um pano preferencialmente limpo sobre a zona afetada, e colocar a argila sobre o mesmo. Após isso, deve deixar a argila atuar na área entre 5-10 minutos. Após isso deve lavar muito bem a área onde foi colocada argila. Este processo deve ser feito pelo menos 3 vezes ao dia.

Outra solução natural

Em alternativa ao método anterior, pode ainda preparar uma panela, com duas colheres de sopa de folhas ou raízes de jurubeba, uma colher de farinha, uma chávena de mel e uma chávena de cebola ralada. Assim que tudo ferver, deve-se colocar essa solução num pano limpo, e aplicar o pano sobre o abcesso durante cerca de 2 horas.

Após isso deve lavar a área onde o pano foi aplicado.


Artigos relacionados

  • Como curar uma dor de dentes

    Quem nunca sofreu uma dor de dentes? A dor de dentes é uma das piores dores que se pode sentir, e é bastante desconfortável,…

  • Como curar uma dor de ouvido

    Uma dor de ouvido nunca é bem-vinda! Se já sentiu um desconforto agudo no ouvido, com vontade de coçar e quando coça… doi! É…