Como Curar as Aftas – O que é, Sintomas, Causas e Tratamentos


As aftas aparecem nos lábios, gengivas, língua ou noutros locais da boca sem aviso. É bastante doloroso e ninguém gosta de sofrer deste problema, principalmente porque sentimos dificuldades em fazer algumas refeições, pois alguns alimentos em contacto com a afta causam um forte ardor.

Quer saber como tratar a sua afta de forma eficaz? Quer saber quais os tratamentos naturais? Saiba aqui como pode evitar este problema que o incomoda.

O que são aftas?

Aftas são úlceras benignas que aparecem na boca e não são contagiantes em pessoas saudáveis. A palavra afta é o nome vulgar usado para estomatite aftosa ou estomatite aftosa recorrente, aftas orais recorrentes ou ulceração aftosa recorrente.

Estas ulceras surgem habitualmente na infância ou adolescência e podem desaparecer naturalmente ao fim de alguns anos, 20% da população sofre de aftas.

Não existe uma cura nem um tratamento propriamente dito. Consegue-se apenas reduzir os episódios de ulceração, controlar a dor e ajudar na cicatrização.

Quais as causas das aftas?

As causas não são simples. Muitas pessoas ficam com aftas e não sabem porquê, não é fácil entender de onde ela vem. Existe a possibilidade de surgirem devido a certas doenças com causas diferentes. Há muitos fatores que podem ser a causa e é sempre difícil precisar o que esteve na origem.

As aftas podem aparecer devido a estresse, alterações hormonais, carências nutricionais, alergias (alergias derivadas de alimentos como o chocolate, café, ovos, morangos, nozes, queijo, tomate, frutas cítricas, benzoatos, cinamaldeído e alimentos ácidos ou derivadas de cremes dentais e enxaguantes bucais), predisposição genética (sabe-se que há pessoas que são geneticamente predispostas a sofrer aftas), consumir certos alimentos (por exemplo, nozes ou ananás ou abacaxi), infeções virais, menstruação, entre outras.

Pessoas que tenham um histórico familiar positivo, para além de verem aumentadas as probabilidades de sofrerem de aftas tendem ainda a desenvolver uma forma mais grave da doença e mais cedo do que é habitual.

Quando a mucosa é alvo de mordidelas origina pequenos traumas (como no caso de períodos de maior estresse para alguns indivíduos) e poderá ficar mais sensível para desenvolver uma pequena ferida que ficará em afta. Pessoas com infeção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) também estão mais susceptíveis a sofrer deste problema.

Pessoas que fumam não costumam apresentar aftas já que há um aumento da queratinização da mucosa oral, isto é, este aumento pode fortalecer a mucosa e reduzir a tendência para formar úlceras ou apresentar uma barreira mais eficaz contra micróbios e antígenos, sendo que esta informação ainda se encontra em estudo.

No caso dos asmáticos, as “bombas” que libertam um pó para ajudar a respirar em casos de crise, também podem ser a causa das aftas. Quando o indivíduo coloca o dispositivo na boca e aperta o botão, é libertado um fármaco em forma de pó, que vai ajudar a abrir as vias respiratórias facilitando a respiração da pessoa. Porém, uma parte desse pó irá ficar na boca, e… causa aftas. Se é asmático e usa esta bomba de ar, fique sabendo que a causa pode estar relacionado com isso mesmo. Basta lavar a boca após utilizar o dispositivo para que as aftas não apareçam.

Quais os sintomas das aftas?

As aftas surgem na boca e são perfeitamente visíveis. Causam uma dor aguda provocando algum incômodo. Elas costumam permanecer durante 7 a 10 dias e podem aparecer entre 3 a 6 vezes por ano.

O sintoma mais evidente é mesmo este pequeno incômodo (dor) que pode até impedir a pessoa de comer ou beber determinados alimentos, já que os alimentos podem agravar as aftas e causar uma dor ou ardor mais forte. Em situações mais graves poderá mesmo levar a pessoa a não conseguir comer correndo o risco de perder peso e ter carências nutritivas.

Ardor, coceira e dor são outros sintomas possíveis. A dor é mais intensa logo quando a afta surge, isto é, nos primeiros dias mas vai aliviando à medida que esta cicatriza.

Aftas situadas no palato mole, esófago e orofaringe poderão causar dor de garganta. Quando as aftas se situam na língua podem tornar a fala mais didofícil, para além de interferirem no processo de mastigação.

Qual o tratamento para aftas

Muitas pessoas não apresentam sintomas acentuados sendo que, para tal, basta algum cuidado com a alimentação de forma a evitar alimentos picantes e ácidos. Medicamentos de aplicação tópica não têm ainda uma eficácia totalmente comprovada, sendo que apenas são usados para aliviar os sintomas enquanto a afta cicatriza com o tempo.

No entanto, existem algumas técnicas como o uso do limão, de água oxigenada ou sal que vão ajudar a acabar com a sua afta.

Como diminuir as aftas

Uma das formas naturais e eficazes para diminuir as aftas é o limão – É bastante doloroso. Usar limão numa afta arde muito, mas após alguns segundos vai sentir um enorme alívio. Aplique alguma gotas de limão em cima da área afetada, faça cara feia e sofra durante 5 a 6 segundos, se achar necessário faça mais uma vez (da segunda vez irá arder menos), e vai ver que após essa aplicação não vai sentir mais dor o resto do dia. Faça isso durante 2-3 dias seguidos e vai ver que a sua afta já não vai doer mais e vai desaparecer.

Existe ainda outra técnica para acabar com as aftas que consiste em misturar água com água oxigenada. Faça uma mistura de iguais partes de ambos, ou seja, 50% de água oxigenada com 50% de água “normal”. Aplique a solução na área e a dor vai acalmar durante algumas horas. Pode e deve aplicar esta solução várias vezes ao dia.

Também pode juntar sal na água, agitar bem até dissolver o sal e aplicar essa solução na afta ou bochechar. O sal é um excelente cicatrizante e vai ajudar a tratar a sua afta mais rápido.

Como prevenir o aparecimento das aftas

A prevenção é um assunto ainda pouco claro. No entanto, apostar numa boa higiene oral pode evitar infeções secundárias nas lesões ulceradas.

Quando o aparecimento de aftas está relacionada com o ciclo menstrual, no caso das mulheres, (nalguns casos julga-se estar aqui a causa) mudar o contraceptivo pode ser suficiente.

Dica para não ter aftas

Se notou o aparecimento de uma afta, tente relembrar-se de tudo o que comeu nesse dia (ou no dia anterior se esta apareceu durante a noite e só viu de manhã). Caso esteja saudável e sem qualquer infeção, muito provavelmente a sua afta surgiu de algo que você comeu. Tente identificar o que comeu de diferente, e se for preciso, um dia mais tarde, coma novamente para verificar se este problema vai acontecer de novo. Se acontecer, então consegue identificar que esse alimento é o principal causador das suas aftas, tudo o que tem a fazer é evitar o alimento.