Como Curar a Artrose – O que é, Sintomas, Causas e Tratamentos


As suas articulações estão doendo? Tem dores ao movimentar-se? Principalmente nos joelhos, mãos, coluna e quadris? Trata-se de uma situação complicada, mas com determinação e empenho irá conseguir vencer essas dores!

Dores nas articulações podem estar relacionadas com uma artrose. Saiba tudo sobre esse problema neste artigo.

O que é a Artrose?

Também conhecida como osteoartrite, a artrose é problema que provoca o desgaste da cartilagem que envolvem os ossos, assim como também desgasta os ligamentos, a membrana e o líquido sinoval, que está presente entre dois ossos, para evitar que estes entrem em contacto aquando do movimento, e evitando o sentimento de dor.

A cartilagem tem a principal função de ajudar no deslizamento, sem qualquer atrito, de dois ossos durante um movimento. Caso não exista cartilagem, pode sentir dor e inchaço.

A artrose afeta com mais frequência as articulações das mãos, dos joelhos, quadris e coluna.

Este problema de saúde vai piorando com o passar do tempo.

Causas da artrose

Existem dois tipos de artrose:

  • Artrose primária
  • Artrose secundária

A artrose primária tem como principal causa o uso repetitivo e excessivo de uma cerca articulação, tal como o natural envelhecimento da pessoa.

A cartilagem sofre danos causados pelo uso de uma forma repetida das articulações ao longo dos anos. O líquido sinovial (líquido existente entre as articulações), também se vai degenerando, bem como a membrana sinovial (membrana que recobre o líquido), levando aos sintomas de dor nas articulações e inchaço.

Em casos mais graves, pode até haver a perda de toda a cartilagem que cobre as extremidades ósseas nas articulações, provocando um contato direto entre os ossos, causando desta forma uma dor forte e uma limitação do movimento.

Estes danos que a cartilagem sofre, também pode levar à calcificação em volta das articulações, formando os osteófitos (ou bicos de papagaio), quando acontecem na coluna.

Pelo facto de a artrose poder ser encontrada em vários membros da mesma família, diz-se que este problema de saúde pode ter características hereditárias.

A artrose secundária, já é uma artrose que surge em consequência de doenças ou características de uma determinada pessoa, como por exemplo, a obesidade, intervenção cirúrgica das articulações, anomalias congênicas nas articulações, gota, diabetes, artrite reumatoide, e também alguns distúrbios anormais.

Quem pode desenvolver Artrose? (Fatores de Risco)

Alguns fatores podem levar a uma maior probabilidade de contrariem artrose, tais como:

  • Idade elevada – o risco de artrose aumenta com a idade;
  • Sexo – As mulheres desenvolvem artrose com mais facilidade que os homens;
  • Deformações Ósseas – Nascimentos com articulações deficientes pode aumentar o risco de artroses;
  • Obesidade – Excesso de peso vai exercer uma maior pressão sobre as articulações, como por exemplo, sobre os joelhos;
  • Lesões articulares – Acidentes que lesionem as articulações, podem aumentar a chance de desenvolver artrose;
  • Esforço repetitivo, diáriamente da mesma articulação, pode desenvolver artrose nessa mesma articulação (como por exemplo os padeiros);
  • Algumas doenças – Hipotireoidismo, gota, doença de Paget do osso, diabetes, podem aumentar o risco de contrair artrose.

Quais os sintomas da Artrose?

O principal sintoma de uma artrose, é a dor nas articulações que estão afetadas com essa artrose. (A dor tem tendência a piorar ao final do dia)

Outros sintomas como, inchaço, rangidos das articulações, limitações de movimento e calor nas articulações que se encontram com artrose, também são sentidos na artrose.

Após longos períodos parado (por exemplo sentado numa cadeira), começa a sentir rigidez articular.

Quando a artrose surge no joelho, estará associada à obesidade ou a um histórico de lesões repetidas no joelho. Esta artrose no joelho, pode levar a desvios dos joelhos.

Quando a artrose se encontra na coluna, a dor sentida normalmente aparece no pescoço, ou na região lombar. Os bicos de papagaio vão-se formando ao longo da espinha da coluna, e vão “irritar os nervos”, causando desta forma dores, dormência e formigueiro nos diversos membros do nosso corpo.

Quando se encontra nos dedos das mãos, a artrose a artrose pode causar deformações. A visibilidade destas deformações pode ajudar a diagnosticar problemas de artrose.

Como curar a Artrose?

Para a artrose, não há um tratamento específico que cure totalmente este problema. Porém, existem medicamentos e terapeuticas que podem ajudar a reduzir a dor e a manter o movimento e a função das articulações.

Medicamentos:

  • Analgésicos: São os principais medicamentos utilizados para o sintoma da dor, aliviando assim a dor, mas não reduzindo a inflamação. São eficazes em pessoas que têm uma dor leve na artrose.
  • Anti-inflamatórios não esteróides (AINES):  São capazes de reduzir a inflamação e reduzir a dor. Porém, estes medicamentos podem causar dores de estômago, sendo por isso importante alimentar-se bem antes de tomar estes medicamentos, para evitar essas dores de estômago.
  • Nacróticos: São medicamentos que aliviam a dor de uma forma mais “potente” que os dois anteriores. São medicamentos semelhantes à codeína, e aliviam a dor sentidas nas artroses, quando esta é bastante grave e não é aliviada com nenhum medicamento dos dois grupos anteriores. Estes medicamentos têm um risco de desenvolver dependência.

Terapias:

  • Fisioterapia: A prática de diversos exercícios irá fortalecer os músculos que se encontram perto da articulação, bem como reduzir a dor. A fisioterapia deve ser utilizada ao mesmo tempo que os medicamentos.

Injeções:

  • Cortisona: A injeção de corticosteróides alivia de forma eficaz, a dor articular. Para esta injeção, a área em torno da articulação deverá ser anestesiada e de seguida, coloca uma agulha na articulação, e injeta a cortisona. Uma vez que estas injeções podem agravar algumas lesões articulares, o número de injeções que pode levar por ano é limitado.
  • Ácido Hilaurônico: Injeções com ácido hilaurônico ajudam a aliviar a dor. Os componentes do ácido hilaurônico são semelhantes aos componentes do líquido sinovial.

Cirurgia:

  • Substituição da articulação: Com uma cirurgia, a articulação afetada, pode ser substituída por dispositivos de plástico e metal (próteses). As articulações no quadril e nos joelhos são as articulações que mais se substituem. Desta cirurgia podem vir complicações, como alguns riscos que podem ser a formação de coágulos nas veias e daí desenvolver uma trombose, assim como as articulações novas podem ser desgastadas ou soltarem-se, necessitando de ser refeita uma nova substituição.

Como melhorar a artrose

 1. Faça exercícios

A prática de exercícios vão ajudar a ganhar fluidez no movimento articular e evitar a atrofia e a fraqueza muscular. Se tiver os músculos mais fortalecidos, as suas articulações ficam mais protegidas. Devem ser realizados exercícios que não “obriguem” a um grande uso das articulações.

2. Durma bem

É bastante importante um bom sono para controlar os problemas de artrose. Se por acaso, sentir dificuldade em dormir devido às dores  que sente à noite, deve tomar algum medicamento analgésico ou anti-inflamatório para aliviar as suas dores, e se possível deve dormir um pouco durante a tarde, não mais que uma hora, para não atrapalhar o sono.

3. Evite o excesso de peso

Se tiver artrose, principalmente nos joelhos, é fundamental que controle o seu peso, para não fazer uma elevada pressão nas articulações dos joelhos, que podem piorar os sintomas de artrose.

4. Evite permanecer muito tempo na mesma posição

Se for obrigado a estar na mesma posição durante muito tempo, como por exemplo no trabalho, num escritório, etc… Procure alongar os seus braços, pernas, mãos e pés, de hora a hora.

5. Tome a medicação e siga as recomendações do médico

Se não seguir o aconselhamento do seu médico nem seguir a medicação recitada por ele, a osteoartrite só terá tendência a piorar, destruindo as suas articulações, causando ainda mais dor.

Como prevenir a Artrose?

Nem todas as artroses podem ser prevenidas, como é o caso da artrose primária, uma vez que acontece devido à degeneração das articulações ao longo do tempo, não há forma de a prevenir. Também porque este tipo de artrose tem características hereditárias.

Porém, no caso da artrose secundária, o controlo do peso, controlo adequado das doenças que podem ser consideradas fatores de risco, podem ajudar a prevenir o desenvolvimento da osteoartrite.