Como curar uma Apendicite

Já sentiu uma forte dor de barriga incomum? Quando carrega na sua barriga e depois solta dá uma dor muito forte? Isso pode ser um alerta de que está com apendicite! Saiba aqui como tratar e como curar uma apendicite

Fortes dores de barriga acompanhadas de náuseas e vómitos, podem ser um princípio de apendicite. Leia aqui o artigo para saber como tratar e como curar a apendicite.

O que é uma apendicite?

No início do intestino grosso, nós temos uma pequena bolsa presa que é chamada de apêndice. Esse apêndice não tem qualquer utilidade para o nosso organismo e pode sofrer uma inflamação. Quando essa inflamação no apêndice acontece, é chamado de apendicite, que pode causar fortes dores abdominais.

O que pode causar uma apendicite?

O que causa a apendicite é uma inflamação, mas o que leva a essa inflamação nem sempre é conhecido.Por exemplo, uma obstrução por gordura ou fezes, ou uma infeção, como uma infeção gastrointestinal, podem levar ao desenvolvimento de uma apendicite. Tanto num caso como noutro, uma bactéria que está presente no interior do apêndice, começa a dividir-se rápidamente, podendo inflamar e inchar a apêndice, ficando cheio de pús, desenvolvendo assim uma apendicite.

Quem pode desenvolver uma apendicite?

Qualquer pessoa que tenha apêndice, pode desenvolver uma apendicite. Esta inflamação é mais comum em pessoas de ambos os sexos entre os 10 e os 30 anos de idade.

Quais os sintomas de apendicite?

O primeiro sintoma que se faz sentir numa apendicite é uma dor em volta do umbigo que pode começar fraca e ir agravando gradualmente, espalhando-se pelo abdomén inferior direito.

É notável uma dor abdominal e uma dor quando se toca do lado direito da barriga.

Febre, náuseas e vómitos também pode estar presentes.

E pode ainda existir uma incapacidade de eliminar gases, e diarreia.

Porém, os sintomas de uma apendicite não são iguais para todas as pessoas, dependendo da idade e da posição do apêndice no paciente. Crianças e mulheres grávidas, normalmente sentem uma dor num local diferente ao das restantes pessoas em geral. Por isso, a apendicite em crianças e em mulheres grávidas, pode por vezes, ser confundida com outros problemas de saúde.

Como saber se estou com apendicite?

Se sentir uma dor forte na barriga, mais localizada para o abdómen do lado direito, a primeira coisa a fazer é ir ao médico!

O médico irá verificar se se trata de uma apendicite, pelos sintomas que sente. Caso o médico esteja em dúvidas, pode realizar testes para verificar se realmente se trata de uma apendicite ou de outro problema de saúde.

  • Exame “toque na barriga”: O principal exame feito pelo médico, é um exame em que este pressiona a área dorida na barriga. Se a apendicite for pressionada, a dor irá aumentar considerávelmente, indicando que existe uma inflamação naquele local.
  • Exame ao sangue: Se o número de glóbulos brancos no sangue for superior ao normal, indica a presença de uma inflamação.
  • Exame à urina: Por vezes a apendicite pode ser confundida com pedras nos rins, por isso um exame à urina é essencial para perceber se a dor é realmente uma apendicite, ou pedras nos rins. Se for pedras nos rins, os glóbulos vermelhos ficam mais visiveis quando vistos ao microscópio.
  • Exame com Raio X: Um Raio X na área abdominal poderá ajudar a fazer o diagnóstico da apendicite.

Como curar / Qual o tratamento de Apendicite?

Quando sofre de apendicite, logo após o diagnóstico do médico, deve ser feita uma cirurgia para retirar o apêndice que deverá se encontrar inflamado. Uma vez que não há utilidade conhecida para o apêndice, não há qualquer perigo de retirá-lo do organismo. Tudo no seu corpo irá funcionar normalmente mesmo sem apêndice.

A cirurgia para retirar o apendice tem o nome de apendicectomia.

Se através de um raio X ou algum outro exame, verificar que sofre de um acúmulo de pus no seu apêndice, poderá ser necessário tratar da infeção antes de remover o apêndice.

E se a apendicite não for tratada logo no momento?

Assim que sentir dores na área direita adbominal deve ir rápidamente ao médico e a cirurgia deve ser feita urgentemente, caso contrário, poderá levar ao desenvolvimento de outras complicações mais graves, como por exemplo, uma peritonite, que é causada pelo rompimento do apêndice.

Também pode ocorrer um acúmulo de pus no abdómen, causado pelo excesso de pus no apêndice que pode ter sido rompido.

Como prevenir a apendicite?

Não é possível prevenir a apendicite. Todos nós nascemos com um apêndice, e esse apêndice pode inflamar de forma natural, sem qualquer causa aparente.

A apendicite é bastante comum, mas não há qualquer problema em remover o apêndice inflamado, uma vez que é algo inutil no nosso organismo.


Artigos relacionados