Como curar as dores musculares


É muito comum ter dores musculares após a prática de exercício físico intenso. Esta dor é pior no início de uma atividade física, pois o nosso corpo não está ainda habituado à carga física. A dor é um mecanismo de defesa que protege os músculos de eventuais lesões. Quando sentimos dor durante a prática de exercício, devemos moderar a carga para que os músculos não fiquem com lesões. A dor é um aviso do nosso corpo que nos diz que temos que parar!

Neste artigo, vamos abordar algumas práticas importantes para curar as dores musculares!

Sintomas

Os sintomas das dores musculares são sobretudo a dor intensa na área que foi trabalhada intensamente. A pessoa tem dificuldade em mexer essa parte do corpo e sente-se melhor se ficar quieta!

Receba uma massagem

Quando faz exercício físico intenso, existem algumas fissuras nas fibras musculares, designadas mialgias. O corpo reage a esses rasgões com a inflamação e consequentemente aparece a dor. Uma massagem na área dolorida vai diminuir bastante a quantidade de citocinas que o corpo produz durante o treino. Essas citocinas têm um papel inflamatório e causam a dor. Uma massagem também aumenta o número de mitocôndrias no músculo, melhorando a sua capacidade de obter oxigénio através da corrente sanguínea. Por fim, a massagem também ajuda a eliminar ácido lático, linfa e toxinas prejudiciais ao músculo, aumentando o seu relaxamento e minimizando a dor.

Mexa-se!

Embora a sua vontade seja a de ficar na cama a recuperar das dores musculares, existem estudos que comprovam que realizar alguma atividade física leve em que use os músculos com dores ajuda a diminuir a intensidade das mesmas e treina o seu corpo para aguentar melhor o treino da próxima vez: é a chamada recuperação ativa. Os exercícios ajudam a melhorar as dores, pois intensificam o fluxo sanguíneo nos músculos afetados, ajudando-os a eliminar as excreções mais rapidamente e o movimento também impede a rigidez do músculo.

Mantenha o organismo hidratado

A falta de ingestão de água pode ser um fator muito importante para o desenvolvimento de dores musculares. A hidratação durante o treino aumenta a oxigenação dos músculos e confere-lhes mais energia, ajudando-os a recuperar no final do esforço físico. Contudo, deve ter cuidado pois também não deve ingerir uma quantidade exagerada de água antes de treinar, pois isso pode levar ao surgimento de cãibras.  Para se manter sempre hidratado, deve beber cerca de 2 litros de água por dia. Este valor já inclui a quantidade de água que certos alimentos contêm. A falta de hidratação durante o treino, além de provocar dores musculares, pode causar tonturas e desmaios.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã contribui para retirar o excesso de ácido lático que se formou no músculo e deve ser utilizado após o treino intenso. Junte duas colheres de vinagre de maçã num copo pequeno com água morna e aplique a solução com uma compressa na área dolorida. Vai sentir-se instantaneamente melhor.

Fazer alongamentos antes e depois do treino

Aquecer o corpo antes de treinar e aquecê-lo depois do treino é essencial também para tirar o ácido lático dos músculos. Se se alongar logo após o treino, vai impedir que o músculo fique rígido e assim as dores são mais reduzidas.

Tome banho de água fria

Está provada que usar água com gelo logo após o treino intenso minimiza a fadiga muscular a uma grande escala. O gelo vai diminuir a inflamação muscular e diminui a probabilidade de a dor muscular chegar com intensidade. Caso não consiga ter gelo à disposição mal acabe o treino, pode sempre optar por tomar um banho de água bem gelada. Os atletas profissionais seguem sempre esta prática, por isso acreditamos que traz resultados muito positivos!

Aqueça-se após algumas horas

Se numa primeira fase deve refrescar o seu corpo, numa fase posterior deve aquecê-lo. Algumas horas após o treino deve tomar um banho de água quente, pois isso vai ajudar a diminuir a dor dos músculos. Se sentir dores muito fortes em alguma área específica do corpo, pode e deve optar por utilizar uma compressa molhada em água a ferver e aguentar o máximo de temperatura possível. Aplicar calor sobre os músculos estimula o fluxo sanguíneo e mantém os músculos flexíveis.

Tome um chá

Uma grande parte dos chás tem ação calmante e anti-espasmos, pelo que ajudam o músculo a relaxar. Os chás contêm propriedades anti-inflamatórias e anti-reumáticas que ajudam a reduzir a contração do músculo e evitam a sua rigidez. Após um treino intenso, aconselha-se que beba um chá de canela em pau, de gengibre ou de erva doce.

As dores musculares são bastante comuns após a prática de uma atividade física intensa. Contudo, se a dor for muito persistente e comprometer o seu dia-a-dia, deve consultar um médico de imediato pois pode existir alguma lesão no músculo e deverá ser tratada o quanto antes!