Como curar a Rinite Alérgica


rinite-alergica

Sofre de dores de cabeça, nariz pingando constantemente, principalmente na altura da primavera quando tem muito pólen no ar? Ou também sente isso quando respira algum pó? Sabia que isso podem ser sintomas de uma rinite alérgica?

Essa rinite alérgica, também é conhecida como febre dos fenos.

Realmente é muito chato quando esses sintomas aparecem, e têm grandes implicações na nossa qualidade de vida e até mesmo no nosso sono, podendo provocar dificuldade em dormir.

Fique aqui a saber do que se trata e principalmente como curar a rinite alérgica.

Felizmente já existem alguns tratamentos para a Rinite alérgica, infelizmente não para curar a rinite alérgica diretamente, mas ajudam a aliviar os sintomas, melhorando a qualidade de vida da pessoa afetada.

O que é a Rinite Alérgica?

Rinite alérgica, é uma inflamação da membrana da mucosa nasal, causada por uma exposição a alérgenos inalados que desencadeiam uma resposta imunológica, ou seja, é um conjunto de sintomas que se manifestam, principalmente no nariz e nos olhos, quando está exposto a alguma substância à qual é alérgico.

Causas da Rinite Alérgica

As principais causas da rinite alérgica, devem-se à exposição ou contato direto da pessoa com um alérgeno. Alérgeno, é uma substância que ao tentar entrar no seu organismo, vai ser reconhecida como uma subtância “estranha”, e vai o nosso organismo tentar combate-la, causando diversos sintomas. Uma pessoa que sofra de rinite alérgica, ao estar em contato com um alergeno, vai desencadear uma libertação de várias substâncias químicas no seu corpo, para combater esse alergeno, provocando alguns sintomas.

Conheça os principais alérgenos que são capazes de provocar os sintomas conhecidos pela rinite alérgica:

  • Ácaros do pó;
  • Pólen do ar, erva ou árvores;
  • Alergenos animais (cão, gato, rato, cavalo, vaca, baratas, etc…), tais como pêlos, pelas, etc…;
  • Alergenos fúngicos;
  • Alergenos Alimentares (leite, ovos, chocolate, mariscos, nozes, amendoim, soja, trigo, etc…);
  • Látex;
  • Poluição urbana;

Sintomas da Rinite alérgica

  • Rinorreia aquosa (nariz pingando);
  • Congestão nasal;
  • Tosse;
  • Espirros;
  • Comichão no nariz;
  • Conjuntivite;
  • Irritação do nariz, olhos, boca, garganta e pele;
  • Lacrimejamento dos olhos;
  • Perda de olfato;
  • Diminuição da audição e comichão no ouvido;
  • Dor de cabeça;
  • Fotofobia;
  • Olhos inchados.

Outras patologias como, asma, sinusite, otites, podem levar a um agravamento dos sintomas da Rinite Alérgica.

Como curar a Rinite Alérgica?

O tratamento da rinite alérgica, deve ser feita mediante um aconselhamento médico! Qualquer tratamento da rinite alérgica não irá curar completamente a rinite alérgica, simplesmente irá aliviar os sintomas desencadeados por esta doença.

1 – Anti-histaminicos

São utilizados para o alívio de sintomas de alergias, e são bem utilizados também na rinite alérgica. Aliviam sintomas ligeiros e moderados da rinite alérgica, mas é comum alguns anti-histaminicos provocarem sonolência. Apesar de que o tratamento para a Rinite alérgica deve ser feito mediante uma consulta médica, alguns anti-histaminicos são de compra livre, mas deverá procurar sempre ajuda com o seu médico antes de os comprar, principalmente no caso das crianças.

2 – Sprays nasais corticóides

O tratamento mais eficaz para a Rinite alérgica é com sprays nasais corticóides. Aliviam sintomas nasais e congestão nasal. Estes sprays só podem e devem ser adquiridos com receita médica!

3 – Descongestionantes Nasais

São seguros, e são utilizados principalmente para aliviar sintomas como a congestão nasal. Alguns descongestionantes conhecidos como “água do mar” podem contem cloreto de benzalcônio na sua composição, que pode piorar os sintomas da rinite alérgica! Por isso é importante verificar a composição desses sprays antes de os utilizar.

Como prevenir a Rinite Alérgica

Para evitar sofrer com os sintomas da Rinite alérgica, deve principalmente evitar o contacto e a exposição aos alérgenos que lhe causem esses sintomas.

Quanto à sua alimentação, deve também evitar alguns alimentos que contenham muita histamina (substância química libertada que causa os sintomas da rinite alérgica), principalmente em alturas de crise de Rinite Alérgica. Esses alimentos a evitar são:

  • Peixe cru ou em conserva;
  • Mariscos;
  • Queijo curado;
  • Carnes e peixos curados e defumados;