Como curar uma Dor de Estômago


dor de estomago

É frequente ter dores de estômago? Sofre com dor de estômago e não consegue aliviar? Bebe chá para passar a dor de estômago e mesmo assim ela não vai embora? Saiba que as dores de estômago podem ser um sinal de um problema mais grave no seu estômago!

Está com dor de estômago e quer saber o que fazer para aliviar a dor? Veja este artigo e aprenda a tratar e a curar a sua dor de estômago!

Se sente uma dor um pouco acima da barriga, e logo abaixo do peito, poderá muito bem ser uma dor de estômago! Não deixe essa dor se prolongar por muito tempo e procure ajuda médica se for necessário. Mas leia aqui as nossas recomendações para curar a dor de estômago.

Artigo relacionado: Como curar cólicas – dor de barriga

O que é uma dor de estômago?

A dor de estômago é uma dor que incomoda e traz desconforto. Cerca de um terço da população sofre com frequência de dor de estômago. Uma dor pontual pode simplesmente passar por ter alguns cuidados e não ser preocupação maior. Quando a dor permanece ou reaparece com frequência deve ser encarada como sinal de alarme e deve procurar-se ajuda médica.

Quais as causas de uma dor de estômago?

Uma dor de estômago poderá ter diferentes causas. Gastrite, excesso de gases, refluxo no esófago (azia) e má digestão são algumas das mais frequentes causas mas há mais! O estômago é um órgão muito sensível ao stress e ansiedade e quando o paciente vive situações desta natureza pode sofrer dores de estômago.

Tomar alguns medicamentos em jejum, ou sem nada no estômago (como por exemplo os medicamentos anti-inflamatórios) também causa dores de estômago e pode até causar problemas mais graves.

A intolerância e a alergia a alguns alimentos também poderá ser um fator a ter em conta. É importante que faça análises ou que verifique se ficou com dor de estômago após comer algo em específico. Se sim, é possível que seja intolerante a esse alimento! É muito comum ser intolerante à lactose.

O leite causa dores de estômago? Então deverá ser intolerante à lactose! Informe-se melhor com o seu médico e faça análises.

Bebidas alcoólicas, comidas picantes e café em demasia poderão ser outras causas que despoletam dor de estômago.

Úlceras, gastroenterite ou câncer no estômago são outras possíveis causas da dor de estômago que só um médico especialista saberá identificar. Mesmo por isso, não adie uma dor de estômago e procure ajuda para tentar identificar o principal problema da sua dor de estômago.

Quais os sintomas da dor de estômago?

Para além da conhecida dor de estômago e desconforto na área abdominal, outros sinais e sintomas podem ser:

• Vómitos
• Azia
• Diarreia
• Sangue
• Perda de peso

Os vómitos devem ser um sinal de alarme e deve logo procurar-se um médico. Poderão ser muitas as suas causas mas uma delas é a úlcera e nunca deve ser o próprio paciente sozinho a tratar uma úlcera. A úlcera pode rebentar se não for vigiada. Quando não tratada pode, em casos mais graves, provocar a morte.

O sangue e/ou a perda de peso são sintomas que poderão estar por detrás de algum problema mais sério como úlceras ou câncer.

Algumas dores de estômago podem resultar de problemas noutros órgãos. Por isso, quando se procura um médico deve relatar-se outros problemas de saúde e dizer com exatidão os sintomas que o fizeram recorrer às urgências.

Qualquer dor de estômago que permaneça mais de 48 horas não deve ser desvalorizada! Preocupe-se caso esteja com uma dor de estômago há algum tempo e procure ajuda médica.

Como curar uma dor de estômago?

Uma dor de estômago pode exigir aconselhamento médico para despiste de causas e identificação do real problema.

Consoante a causa, o médico escolhe o melhor tratamento.

A medicação pode passar por remédios antiácidos como o Omeprazol, remédios antieméticos, como o Metoclopramida ou anti-espasmódicos como o Spasmomen.

Quando a dor de estômago é pontual há certos cuidados e métodos que a poderão aliviar, acalmar passar ou fazer desparecer a dor de estômago: Beber muita água, comer comidas leves, comer arroz branco, evitar fritos, alimentos gordurosos e açucarados, evitar bebidas alcoólicas, evitar alimentos picantes e muito condimentados como enchidos e elevar a cabeceira da cama (para evitar refluxo). Estes são apenas alguns dos cuidados que poderão aliviar ou curar muitos problemas como refluxo e gastrite.

Descansar e vestir roupas mais largas e confortáveis são outras dicas que aliviam muito um desconforto e uma dor no estômago.

Caso a sua dor de estômago seja derivada de uma intolerância a algum alimento ou devido a alguma alergia (faça testes e análises para saber isso), deverá evitar

Como prevenir a dor de estômago?

Se é recorrente ter dor de estômago tente identificar, antes de mais, ao que se deve essa dor de estômago… Se for algum alimento, algum medicamento ou algo do género, evite-o e fale com o seu médico!

Se a dor de estômago é pontual e não sabe a razão ou se sofre de determinada patologia há já algum tempo deve ter cuidados no sentido de não agravar o problema ou de prevenir a sua “reincidência”.

Evitar bebidas alcoólicas, não beber demasiado café, evitar doces e fritos, não abusar de comidas fortes, pesadas e condimentadas e manter uma alimentação variada e equilibrada são regras de ouro no que toca a prevenção.

Gerir o stress e a ansiedade torna-se também importante para evitar que o nosso corpo físico pague a fatura do nosso estilo de vida atual.