Como Tratar as Hemorroidas – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos


As hemorroidas aparecem quando os vasos sanguíneos localizados na região do ânus aumentam de pressão e tornam-se salientes. Esta pressão vai provocar um inchaço das veias e vai causar dor, principalmente quando se encontra sentado. Veja neste artigo como você pode tratar esse problema.

O que é hemorroidas

Hemorroidas são estruturas vasculares presentes no canal anal que ajudam a controlar a passagem das fezes.

Podem existir hemorroidas internas, quando aparecem e têm o seu desenvolvimento no interior do ânus. Nos primeiros dias de desenvolvimento, o doente não as vê nem as sente. A presença de sangue nas fezes é um dos sinais indicativos da presença desse problema internamente.

Também podem existir hemorroidas externas, quando estão presentes à volta do orifício anal. A possível existência de um coágulo no interior do ânus vai provocar um inchaço e uma dor forte no local, acompanhado de uma inflamação. Em caso de ruptura desse coágulo, vai existir um sangramento.

Causas das hemorroidas

Podem ser diversas as causas pelas quais aparecem as hemorroidas, como por exemplo:

  • Obstipação;
  • Tempo prolongado sentado;
  • Força excessiva aplicada para eliminar as fezes;
  • Gravidez;
  • Infeções anais;
  • Diarreia;
  • Constipação;
  • Cirrose Hepática.

Sintomas das hemorroidas

Quando as hemorroidas atacam, são vários os sinais e sintomas que se fazem ver e sentir, como a:

  • Presença de sangue nas fezes;
  • Comichão na região anal;
  • Presença de nódulos na área do ânus;
  • Dor ao evacuar as fezes;
  • Dor quando está sentado;

Estes sintomas, geralmente desaparecem passados poucos dias, e isso pode significar a presença de problemas mais graves. Na presença destes sintomas, o que deve de fazer é dirigir-se o mais rapidamente possível ao seu médico, para verificar se existem mesmo a presença de hemorroidas e para que possa ser ajudado no tratamento desse problema.

Como tratar as hemorroidas

Se for uma situação ligeira, os sintomas das hemorroidas podem ser tratados e aliviados com uma mudança na alimentação, através da ingestão de fibras presentes nas frutas, vegetais, verduras e cereais. Também é importante a ingestão de muitos líquidos, principalmente água. Isto irá fazer com que o esforço feito para eliminar as fezes seja reduzido.

Outro tratamento para curar as hemorroidas que pode fazer facilmente em casa, é um banho de assento em água quente durante 10 a 15 minutos, que irá diminuir a inflamação no ânus e diminuir a dor provocada por este problema.

Também podem ser aplicadas pomadas corticoides que podem ser vendidas sem receita médica, e vão diminuir a dor e o inchaço.

Para diminuir a comichão provocada pelas hemorroidas deve usar roupa íntima de algodão, evitar o papel higiênico colorido e com perfumes, e evitar coçar a área anal.

O tratamento no caso de hemorroidas externas é mais fácil do que o tratamento das hemorroidas internas. Se as medidas ditas anteriormente não forem suficientes, o tratamento para as hemorroidas externas pode ser feito com uma medicação oral, previamente prescrita pelo médico, e com aplicações de pomadas na área anal, para que a dor e o inchaço diminua. Estes sintomas irão desaparecer em poucos dias.

Em casos mais graves, com dor forte e persistente, em que os tratamentos caseiros nem a medicação prescrita pelo médico seja suficiente, poderá ser necessário uma intervenção cirúrgica para a remoção.

Para o tratamento das hemorroidas internas, será necessário uma escleroterapia ou uma laqueação hemorroidária em que o paciente passa por uma cirurgia para remover as hemorroidas. Este tratamento não é doloroso, e é geralmente bem tolerado pelos doentes.

Prevenção

Porque o melhor tratamento de qualquer doença é mesmo a sua prevenção, também é importante prevenir o aparecimento desse problema.

A constipação e o esforço aplicado para excluir as fezes, aumentam o risco do aparecimento desse problema. E para evitar esse aparecimento deve-se:

  • Ingerir grandes quantidades de líquido, principalmente água.
  • Ingerir fibras de frutas, de vegetais, cereais e verduras.