Como curar Hipertireoidismo


No nosso dia-a-dia passamos por situações que nos deixam em estados de nervosismo e ansiedade que podem acontecer em situações “normais”. Porém, também existe o caso de estarmos nervosos e com ansiedade mas sem sabermos a razão… Se é o seu caso, se for mulher com idade avançada ou teve grávida nos últimos 6 meses, se sente insónias, viu o peso diminuir rapidamente e tem o cabelo fino e quebradiço, saiba que pode estar a sofrer de Hipertireoidismo.

Podem ser várias as causas desta doença, mas infelizmente ela “ataca” sem dar qualquer aviso prévio e os sintomas geralmente são confundidos com situações do nosso quotidiano! Se suspeita de algo, ou não se sente bem consigo, o melhor será consultar um médico e baseado nos seus sintomas, ele pode e deve recomendar análises ao sangue para verificar os níveis de hormônios da tireoide. Caso se verifique um excesso destes hormônios, estará com hipertireoidismo. Ainda assim, através de alguns medicamentos é possível controlar esta doença.

O que é Hipertireoidismo?

No nosso pescoço, já no final da garganta, está localizado um uma glândula que tem várias funções relacionadas com hormônios, chamada de tireoide. Conforme as necessidades do nosso corpo, a tireoide tem como função produzir, armazenar e liberar no sangue diversos tipos de hormônios que têm diversas funções no funcionamento do nosso organismo, tal como equilibrar os batimentos cardíacos, a pressão arterial, controlar o peso, os níveis de colesterol, diversificar os estados de humor, etc.

Uns hormônios produzidos na hipófise, localizada no cérebro, têm a capacidade de detetar os hormônios que a tireoide está produzindo. Porém, quando esses hormônios produzidos na hipófise não estão funcionando corretamente, eles podem não detetar os hormônios que a tireoide está sintetizando e vão enviar um sinal para a tireoide produzir ainda mais hormônios. O excesso de produção de hormônios pela glândulda da tireoide é chamado de hipertireoidismo.

Quando ocorre o oposto, a tireoide produz uma quantidade de hormônios insuficiente para as necessidades do corpo, o que se dá o nome de hipotireoidismo.

Veja também: Como curar Hipotireoidismo

Sintomas do Hipertireoidismo

Os sintomas do hipertireoidismo são facilmente confundidos com situações de nervosismo, estresse, ansiedade e outras situações semelhantes do nosso dia-a-dia, por isso é importante efetuar análises quando sintomas de nervosismo e ansiedade prevalecem numa pessoa. Os sintomas desta doença incluem:

  • Nervosismo;
  • Tremores constantes;
  • Palpitações e batimentos cardíacos irregulares;
  • Suores constantes devido ao aumento do metabolismo;
  • Diminuição do apetite sexual;
  • Náuseas frequentes;
  • Dores de barriga e diarreia;
  • Perda de peso;
  • Insónias;
  • Aumento do apetite;
  • Inchaço na garganta e olhos;
  • Cabelo fino e fraco;
  • Fadiga e fraqueza;
  • Menstruação irregular no caso das mulheres;

Ainda assim, estes sintomas não têm que indicar necessariamente um hipertireoidismo. O diagnóstico das doenças relacionadas com a tieroide é complicado se não forem feitas análises ao sangue.

Numa consulta médica, se queixar ao médico com este tipo de sintomas e for algo que se está a tornar recorrente em vez de ser só de vez em quando, o médico poderá suspeitar de hipertireoidismo e aí serão passadas umas análises para ter a certeza da situação.

A melhor forma de ter a certeza que os seus sintomas são de um hipertireoidismo é através de análises ao sangue!

Causas do Hipertireoidismo

A Doença de Graves é uma doença caracteriza como autoimune que vai afetar a tireoide e provocar um fabrico excessivo de hormônios da tireoide. Um aumento desregulado de hormônios da tireoide traduz-se em hipertireoidismo.

Ainda assim, uma inflamação na tireoide também pode ser uma das causas para o hipertireoidismo assim como o aparecimento de caroços na garganta.

O consumo excessivo de iodo também pode ser considerado como uma causa do hipertireoidismo uma vez que o iodo promove a produção de hormônios da tireoide.

Para pessoas que sofram de hipotireoidismo e façam uma reposição de hormônios através de medicamento para compensar a falta dos hormônios produzidos pela tireoide, caso a dosagem da medicação seja excessiva, pode gerar um hipertireoidismo.

Não tanto como causa, mas mais como fatores de risco, a idade avançada (a partir de 55 anos), ser mulher, ter passado por uma gravidez nos últimos 6 meses, ter histórico familiar ou doenças na tireoide aumentam a probabilidade de desenvolver hipertireoidismo. Se sofrer com os sintomas indicados acima e tiver alguns destes fatores de risco, é importante que faça análises ao sangue para tirar conclusões.

Tratamento para o Hipertireoidismo

Existem várias soluções para curar o hipertireoidismo, porém podem apresentar danos para o resto da vida ficando dependente da toma de remédios para repor os níveis normais de hormônios da tireoide.

Alguns medicamentos para o hipertireoidismo (medicamentos antitireoidianos) são capazes de baixar a quantidade de hormônios sintetizados pela tireóide. Um desses medicamentos é o metamizol, ele controla os níveis de hormônios, porém não cura por completo a doença.

A toma de iodo radioativo poderá ser útil para curar o hipertireoidismo, contudo, por vezes leva à sua total destruição para sempre! Caso isso aconteça, é necessário tomar medicamentos capazes de repor os níveis de hormônios que não vão ser produzidos pela tireoide destruída, para sempre!

Também existe a possibilidade de tomar alguns medicamentos para controlar os sintomas provocados pelo hipertireoidismo, através de comprimidos para controlar os batimentos cardíacos, a ansiedade e outras situações provocadas por esta situação.

Prevenir o Hipertireoidismo

Infelizmente não existe possibilidade de prevenção do hipertireoidismo uma vez que ele ocorre no nosso organismo sem quaisquer alterações significativas provocadas por nós.

Ainda assim, uma das formas de poder controlar o excesso de produção de hormônios por parte da tireoide é evitando os alimentos ricos em iodo. Uma vez que este composto promove a produção de hormônios, evitar o iodo ou reduzir o seu consumo pode ser uma boa estratégia para combater o hipertireoidismo. Se consome muitos frutos do mar e/ou muito sal, considere reduzir as quantidades uma vez que o iodo se encontra aí presente!







  • Doenças que afectam a Tireoide

    A glândula tireoide é localizada abaixo da cartilagem que leva o mesmo nome, na parte anterior do pescoço, na frente da traqueia. Tem a…

  • Como curar Hipotireoidismo

    Por vezes sente-se cansada, vê o peso aumentar, fica deprimida, com sono, queda de cabelo, perdas de memória etc e pensa ser da idade……