Como curar Hipotireoidismo


Por vezes sente-se cansada, vê o peso aumentar, fica deprimida, com sono, queda de cabelo, perdas de memória etc e pensa ser da idade… Mas se tem estes sintomas referidos, se é mulher, tem perto de 60 anos ou mais e/ou fez alguma vez sessões de radioterapia na região do pescoço ou esteve grávida recentemente, talvez os sintomas do início não sejam da sua idade, mas sim da baixa produção de hormônios por parte da tireoide o que resulta em Hipotireoidismo. Para tirar esta conclusão a limpo, é aconselhável fazer análises ao sangue!

Esta doença afeta principalmente as mulheres de idade avançada, (apesar de também afetar mais novos e até recém-nascidos), e causa um mau-estar e sintomas que facilmente se confundem com o envelhecimento ou outras situações do quotidiano… Porém, devemos estar atentos a todos os sinais do nosso corpo e detetar o hipotireoidismo precocemente é uma forma de conseguir controlar a doença e evitar problemas mais graves no futuro.

O que é Hipotireoidismo?

Logo abaixo do pomo-de-adão está localizada a tireoide, uma glândula endócrina com várias funções hormonais. A tireoide produz, armazena e libera para a corrente sanguínea vários hormônios que têm como responsabilidade regular a temperatura do corpo humano, regular os batimentos cardíacos, a pressão arterial, o funcionamento dos intestinos, controla o peso, os níveis de colesterol, a memória, a força, estados de humor, etc…

A produção de mais ou menos hormônios por parte da tireoide é regulado por outros hormônios sintetizados no cérebro que detetam a quantidade de hormônios da tieroide no sangue e assim “enviam” a informação para que a tieroide produza mais ou menos hormônios conforme for necessário.

Porém, quando este sistema não está funcionando de forma correta a tireoide fica produzindo uma quantidade de hormônios insuficiente, dando origem à doença que é chamada de hipotireoidismo. Esta doença também pode ocorrer em casos em que a tireoide deixe de funcionar.

Quando ocorre o oposto, a tireoide produz uma quantidade de hormônios em excesso, o que se dá o nome de hipertireoidismo.

Veja também: Como curar Hipertireoidismo

Sintomas do Hipotireoidismo

Os sintomas aumentam gradualmente e muitas vezes são confundidos com outros sinais o que dificulta o diganóstico final. Os sintomas mais comuns incluém:

  • Pele seca;
  • Cansaço constante;
  • Sonolência;
  • Queda de cabelo;
  • Unhas quebradiças;
  • Aumento de peso;
  • Prisão de ventre;
  • Sensibilidade ao frio;
  • Fácil esquecimento;
  • Depressões;
  • Menstruação irregular;
  • Diminuição do apetite sexual;
  • Falta de ar;
  • Infertilidade.

Porém, estes sintomas podem indicar outros quadros clínicos, pelo que o diagnóstico não deve ser feito apenas com base nos sintomas, mas sim através de análises ao sangue. Uma vez que a tireoide libera hormônios para o sangue, uma análise sanguínea irá revelar a quantidade desse hormônio que foi liberada. Com os resultados obtidos será possível concluir se existe ou não um hipotireoidismo.

É importante estar com atenção a todos os sintomas, pois algumas coisas podem ser “simples” e “naturais”, mas a verdade é que um diagnóstico de hipotireoidismo tardio pode provocar doenças mais graves principalmente a nível do coração. Por isso é importante fazer análises regularmente, para verificar que tudo está dentro dos níveis, e caso não esteja, fazer o tratamento atempadamente para evitar complicações maiores.

Causas do Hipotireoidismo

Uma das causas mais óbvias para o surgimento de hipotireoidismo é a remoção da glândula da tireoide total ou parcialmente. Existem ainda outras causas que também podem levar ao hipotireoidismo, tais como:

  • Inflamação na tireoide;
  • Pouca ingestão de iodo na dieta;
  • Radiação que afetou o pescoço para tratar câncer;
  • Doenças autoimunes.

Tratameto para o Hipotireoidismo

Uma vez que o hipotireoidismo caracteriza-se pela incapacidade da tireoide produzir hormônios suficientes, um dos tratamentos ao alcance é a ingestão de medicamentos com reposição de hormônios. Este tratamento deve ser prescrito pelo médico e depende de pessoa para pessoa de acordo com a sua idade, peso e outras doenças que o paciente possa ter.

A duração do tratamento de reposição de hormônios pode ser durante 6 meses até que a situação do hipotireoidismo fique estável, ou caso seja algo definitivo, o tratamento deverá ser para toda a vida.

Mesmo com a ingestão de hormônios através de remédios, é importante efetuar análises regularmente para consultar os níveis de hormônio da tiróide para ter a certeza que a dosagem é a indicada e que está tudo dentro dos níveis recomendados.

Prevenir o Hipotireoidismo

Na verdade as doenças da tireoide são difíceis de controlar, e também de prevenir. O Hipotireoidismo pode ser provocado pela falta de iodo na nossa alimentação uma vez que a ausência de iodo irá dificultar a produção dos hormônios da tieroide.

O iodo está presente principalmente em peixes e frutos do mar. Por lei, no Brasil, o sal também já contém uma pequena porção de iodo, porém, em alguns países o sal não é iodado.







  • Doenças que afectam a Tireoide

    A glândula tireoide é localizada abaixo da cartilagem que leva o mesmo nome, na parte anterior do pescoço, na frente da traqueia. Tem a…

  • Como curar Hipertireoidismo

    No nosso dia-a-dia passamos por situações que nos deixam em estados de nervosismo e ansiedade que podem acontecer em situações “normais”. Porém, também existe…