Como Curar Olho de Peixe – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos


O olho de peixe é uma pequena lesão é visualmente incômoda, além de poder se tornar um problema mais grave se não for tratada! Normalmente aparece nas plantas dos pés, na palma da mão ou entre os dedos. Apresenta um aspecto de calo ou verruga, normalmente com um pequeno ponto de coloração preta em seu núcleo.

Os olhos de peixes são caracterizados pelo acúmulo de pele morta em um ponto da parte do corpo afetada, o que causa a protuberância do calo. Esta pequena lesão pode coçar ou doer, e deve ser tratada assim que apareça na pele.

A infecção é causada pelo HPV, o Vírus do Papiloma Humano. Este vírus, além do olho de peixe, pode causar outras infecções e verrugas, além de ser responsável também pelo câncer de colo de útero e pela doença sexualmente transmissível Herpes.

O que é o Olho de Peixe?

É fácil reconhecer um olho de peixe quando ele surge, até porque assim que ele aparece, já causa incômodos. Seu formato faz com que se torne desconfortável o uso de alguns calçados ou manusear determinados objetos. O apelido “olho de peixe”, de fato, vem do formato desta lesão, que normalmente apresenta um aspecto redondo ou oval quando olhada de cima, com uma bolinha preta ao centro, deixando a infecção com um formato que lembra o olho de um peixe.

Quais os sintomas do Olho de Peixe?

Para além do sinal visível e incomodo à vista, o principal sintoma que o olho de peixe pode causar é dor e incômodo na parte afetada da pele. A dor pode impedir que a pessoa caminhe direito, se o olho de peixe fizer sua erupção em uma parte da planta do pé que entre em contato direto com o solo. É importante que, se os olhos de peixe se multiplicarem ao longo do pé ou da mão, ou se apresentarem um desconforto insuportável, procure o médico ou o podólogo imediatamente.

O que causa o Olho de Peixe?

O olho de peixe é uma lesão causada pelo HPV, e esta pequena infecção se instala quando o Papiloma Vírus entra em contato direto com a pele, fazendo com que ela apresente as deformidades do olho de peixe. Os pontinhos pretos que se formam no centro dos calos amarelados nada mais são do que sangue acumulado de vasos sanguíneos que se romperam com o acúmulo da pele morta na lesão.

Mas também não precisa ter medo: de fato, o olho de peixe está associado ao HPV, que também está associado ao câncer. No entanto, ter olho de peixe não significa que você tenha células cancerígenas. Este é outro tipo de reação do corpo à presença do vírus, consideravelmente menos grave, mas que ainda assim precisa de cuidados.

Considerando a forma de infecção, as formas mais eficazes de evitar este tipo de lesão é saber onde você está colocando suas mãos ou seus pés. Evite andar descalço em locais públicos, ou utilizar calçados/meias de outras pessoas. Cuidado ao manusear objetos suspeitos, principalmente se eles forem provenientes de ambientes hospitalares. O vírus pode estar em qualquer lugar, portanto, cautela nunca é demais.

Como tratar e curar o Olho de Peixe?

Se a lesão ainda estiver em estágio inicial e não causar tanto incômodo, a pessoa pode recorrer ainda a tratamentos naturais e caseiros para combater o olho de peixe. No entanto, se o estágio já for avançado, com lesões multiplicadas, ou dor intensa, não perca tempo e procure um médico ou podólogo.

É importante saber que não deve ficar mexendo nessa pequena lesão, isto porque poderá alastrar para outras áreas do corpo.

Uma possibilidade de tratamento bastante eficaz contra o Olho de Peixe é uma pomada a base de óleo de rícino. Os três ingredientes para montar este composto são pó alvaiade, pedra de cânfora e óleo de rícino. Faça uma mistura destes ingredientes até que eles formem uma pasta homogênea, e aplique no ferimento todos os dias. Se ainda estiver em estágio inicial, a tendência é que o olho de peixe saia completamente dentro de poucos dias. Estes ingredientes podem ser encontrados em qualquer farmácia.

Boa parte dos medicamentos receitados para o tratamento de olho de peixe possui em sua fórmula o ácido acetilsalicílico, o princípio ativo de alguns analgésicos como a aspirina. Portanto, outra solução caseira possível é esmagar cápsulas de aspirina ou outro remédio que possua essa substância e fazer uma compressa diária que poderá colocar sobre o olho de peixe.

Outro composto natural bastante eficaz no combate ao olho de peixe é o óleo de angico. Faça compressas regulares sobre o ferimento, ou ainda, se preferir, é possível ingerir uma colher do óleo por dia, durante cinco dias, o que deve agilizar os resultados.

Caso o olho de peixe se encontre em um estado avançado, também não há porque se preocupar. Procure o médico dermatologista, que fará uma pequena cirurgia para a retirada deste calo. O procedimento é simples, indolor, e se utiliza apenas uma anestesia local.

Como prevenir aparecimento de Olho de Peixe

Quando frequentar locais públicos permaneça sempre calçado e tenha cuidado redobrado quando se encontrar em locais úmidos, como é o caso de piscinas públicas, banheiros públicos, academias, etc…

Use sempre os seus sapatos e meias, não empreste nem use emprestado o calçado de outra pessoa.

Evite calças sapato sem colocar uma meia! Usar sapato sem meia vai desenvolver um ambiente úmido no interior, que para além de criar um cheiro desagradável, ainda pode levar ao desenvolvimento de Olho de Peixe.