Como curar uma Pneumonia


curar pneumonia

Tudo começa com um resfriado, um resfriado, uma simples gripe, uma tosse, tudo sintomas que um chá, sopa quentinha e um repouso possam resolver. Muitas pessoas não dão importância a estes primeiros sinais e sintomas, e quando se apercebem já é tarde! Se está com gripe, e está piorando, procure acompanhamento médico o mais rápido possível! Pode estar desenvolvendo uma pneumonia e aí o caso será bem mais grave!

Procura tratamento para a pneumonia? Quer saber quanto tempo demora a curar uma pneumonia, quais os sintomas as causas e os fatores de risco?

Veja aqui todas as informações sobre a pneumonia e como pode conseguir curar a pneumonia!

O que é uma Pneumonia?

A pneumonia, é uma doença inflamatória no (ou nos) pulmão (ou pulmões) que afeta os alvéolos (que se encontram no final dos bronquíolos onde se dão as trocas de gás oxigénio / dióxido de carbono)

Quais as causas e o que causa a Pneumonia?

A Pneumonia é resultante de uma infeção que pode ser causada por bactérias, fungos, vírus ou parasitas! Se a doença não for tratada e curada logo ao início da infeção, vai evoluindo e chega até penumonia.

Quais os fatores de risco da Pneumonia?

Principalmente os idosos (idade superior a 65 anos) são quem têm uma maior tendência para desenvolver pneumonia! Bebês e crianças também são um fator de risco que se deve ter muito cuidado. Para além destes, todas as pessoas que estejam com problemas de saúde, tais como: diabetes, doenças no fígado, problemas com o álcool, desnutrição, sistema imunológico fraco devido ao vírus da AIDS ou quimioterapia, etc…

Quais são os sintomas da Pneumonia?

Uma pessoa com penumonia irá sofrer muitos sinais e sintomas por todo o corpo. Os principais é uma tosse muito forte e constante. Em 90% dos casos de pneumonia a tosse está presente.

Artigo relacionado: Como curar a tosse

A dificuldade em respirar (dispneia), expetoração, dor no peito, dor de cabeça e febre também estão presentes na pneumonia.

Fraqueza em todo o corpo, dores e fadiga muscular também são sintomas frequentes.

A pneumonia pode ainda causar mudanças de humor, perda de apetite, frequência cardíaca elevada, pressão arterial baixa, dor nas articulações, náuseas e vómitos, calafrios e pode tornar a pele de cor azulada.

Respirações rápidas e curtas e diarreia são outros sintomas.

A febre pode variar entre os 39 e os 40ºC. A tosse pode ser seca ou produtiva, isto é, com expetoração como já referimos. Crianças com idade inferior a 2 anos podem ter pneumonia e não ter tosse daí ser muito importante prestar atenção a todos os sintomas para não se desvalorizar um quadro de pneumonia.

Em casos mais graves, a pneumonia pode originar convulsões, cianose central, vómitos constantes, diminuição de sede e até mesmo diminuição do nível de consciência do paciente.

Como curar e qual o tratamento para a Pneumonia?

Uma pneumonia é um quadro clínico que exige acompanhamento médico e um diagnóstico rigoroso que geralmente obriga para além da auscultação dos pulmões, a radiografias ao tórax.

Uma pneumonia bacteriana exige a toma de antibióticos. A fisioterapia respiratória é outra forma de tratamento que pode ser usada juntamente com a toma de antibióticos.

Pneumonias virais podem curar-se com antipiréticos, AINEs ou oxigénio sempre no sentido de tratar os sintomas. A hidratação é fundamental. Pneumonias causadas por fungos requerem o uso de antimicrobianos específicos.

Quanto tempo demora para curar a Pneumonia?

O tempo de recuperação de uma pneumonia depende de vários fatores, tais como a causa e a gravidade da infeção, as defesas da pessoa (sistema imunitário), e o tratamento e repouso que está a fazer… Dependendo desses fatores, a pneumonia poderá demorar entre 2 semanas a 2 meses até ficar totalmente tratada!

Como prevenir e evitar ter uma Pneumonia?

Há vacinas para prevenir alguns tipos de pneumonias. Bebés, crianças, idosos e pessoas com determinadas patologias como a diabetes, doença hepática crónica ou que fazem quimioterapia são mais vulneráveis. Pessoas que sofram de alcoolismo, desnutrição, que tenham o sistema imunológico mais baixo devido por exemplo a AIDS ou transplante, asmáticos ou pessoas que sofram de outros problemas pulmonares, pessoas que tomam sedativos ou que sofreram derrames constituem também grupos de risco.

A vacinação é aconselhável já que é uma das melhores formas de prevenção, ainda que as vacinas só funcionem para determinados tipos de pneumonias bacterianas e virais.

A vacinação é anual.

Há, contudo, outras medidas preventivas que são muito valiosas como não fumar e evitar lugares poluídos e fechados. Espaços com ar condicionado também são de evitar já que o ar condicionado seca o ar tornando-o um meio facilitado para vírus e bactérias.

Evitar mudanças bruscas de temperatura, curar bem as constipações e gripes e evitar o álcool são outras medidas que se tornam valiosas quando se fala de prevenção.

Importa esclarecer que o álcool, para além de todos os malefícios conhecidos pela generalidade da população, interfere ainda com a capacidade de defesa do organismo evitando uma resposta pronta e eficaz no que diz respeito à prevenção da pneumonia.

Quando se trata de bebés, nomeadamente, recém-nascidos a aspiração da boca e da garganta é muito importante.

Ao contrário da gripe, os agentes infeciosos da pneumonia não se transmitem com facilidade.







  • Como curar uma Bronquite

    Uma bronquite é um caso sério que pode levar a complicações mais graves como por exemplo o desenvolvimento de pneumonias ou outras doenças do…

  • Como Curar a Gripe de Modo Fácil e Rápido

    Apanhou uma gripe? Não sabe como curar? Não quer tomar medicamentos para curar a sua gripe? Não está para ir ao médico? Se for…

  • Como curar a Tosse

      A tosse é bastante chata e incómoda, principalmente quando não conseguimos aliviar os sintomas nem curar essa tosse que só atrapalha! Já está…