Como curar a pressão baixa – o que é, causas, sintomas e tratamentos


A pressão baixa é um problema muito menos grave para a saúde do que a pressão alta, mas também merece atenção pois pode ser muito incomodativo para quem padece deste mal.

Nem sempre é fácil encontrarmos remédios e soluções eficazes para combater a pressão baixa. Por isso, reunimos neste artigo toda a informação importante sobre pressão baixa, para que consiga combatê-la da melhor forma!

O que significa ter a pressão baixa?

A pressão arterial considerada normal é em média 120/80 mmHg. Quando a nossa pressão arterial é inferior a 90/60 mmHg significa que temos pressão baixa. E isso significa que o sangue faz pouca pressão nas artérias (o que é mais vantajoso que a hipertensão, que é exatamente o oposto), mas tem a desvantagem de em certas ocasiões não ter força suficiente para chegar a todo o corpo, provocando sintomas desagradáveis.

Causas da pressão arterial baixa 

As pessoas podem sofrer quebras de pressão repentinas ou apresentar constantemente valores baixos da pressão arterial. Em ambos os casos, as causas da pressão baixa são diversas. A desidratação (falta de água no organismo) é uma das principais razões para as pessoas sofrerem de pressão baixa. A carência de vitamina B12 e ácido fólico é também um dos principais motivos. Estas duas vitaminas são muito importantes para a criação de glóbulos vermelhos e quando há deficiência delas, o sangue torna-se mais líquido e a pressão arterial desce. Tomar medicamentos para depressão também pode contribuir para ter pressão arterial mais baixa. Problemas na tiróide podem ser a causa da pressão baixa, pois causa alterações hormonais. Em casos raros, a pressão baixa pode ser consequência de problemas de saúde sérios como hemorragias internas e infeções.

Sintomas da pressão arterial baixa

Os sintomas da pressão baixa são muito fáceis de identificar e incluem: sensação de fraqueza, perda de visão ao levantar rapidamente, tonturas, sensação de desmaio, fraqueza, náuseas, sudorese, dores de cabeça frequentes e sono em excesso.

Como tratar a pressão arterial baixa

Existem alguns truques que podem ser aplicados logo no momento em que o indivíduo sente os sintomas da pressão baixa. Deitar de barriga para cima elevando as pernas de modo a que estas estejam mais altas do que o corpo ajuda a que o sangue flua por todo o corpo, o que normaliza a pressão arterial do paciente.

Quem tem frequentemente a pressão arterial baixa, deve utilizar maior quantidade de sal na comida. Também se aconselha a que as pessoas que sofrem de pressão baixa comam de 3 em 3 horas e que bebam bastante água ao longo do dia.

Uma alimentação equilibrada e saudável ajuda a regular a pressão arterial para níveis normais. Consumir hidratos de carbono como pão, massas e arroz é aconselhável para quem sofre de pressão arterial baixa.

Existem ainda algumas receitas naturais para combater a pressão baixa. Destacamos de seguida as que consideramos ser mais eficazes.

  • Chá de alecrim: estimula o sistema nervoso central e ajuda a melhorar a circulação sanguínea. Coloque meia colher de alecrim numa xícara com água a ferver e adoce com mel. Pode beber este chá uma a duas vezes por dia.
  • Gengibre: o gengibre estimula a circulação sanguínea, contribui para que o sangue não coagule e ajuda a manter a temperatura corporal no seu nível adequado. Um chá de gengibre com mel e limão é uma excelente forma de se hidratar!
  • Chá de tília: a tília ajuda a subir a pressão muito rapidamente. Se sentir sintomas de pressão baixa beba um chá de tília e notará melhoras significativas em pouco tempo!
  • Suco de tomate com laranja: estas são duas frutas ricas em minerais que ajudam a combater os níveis baixos da pressão arterial. É especialmente eficaz quando se trata de pressão arterial baixa provocada pela carência de potássio.
  • Água com sal: parece um remédio meio óbvio, mas a verdade é que na hora do aperto não nos conseguimos lembrar das coisas mais básicas. Diluir duas a três colheres de sal num copo com água vai ajudar a subir instantaneamente a sua pressão arterial. Mas alertamos para o facto de que não deve abusar desse remédio, pois o excesso de sal causa a hipertensão e esse é um problema realmente grave para a saúde.

A diminuição da pressão arterial por si só não constitui um problema grave mas é preciso ter em consideração que este problema pode ser bem desagradável. A redução do fluxo sanguíneo pode levar a uma redução do transporte do sangue a órgãos vitais e causar outros problemas mais sérios.

Assim, sempre que você não conseguir controlar a pressão arterial sozinho e sempre que esse problema prejudique o seu dia-a-dia, deve consultar um médico, pois só ele saberá qual o tratamento mais adequado!