Como Curar a Ressaca – Causas, Dicas e Tratamentos


Depois de uma noite de excesso de bebida, no dia seguinte acordamos sempre com a companhia de uma ressaca. É muito incomodativa e é nessa altura que começam os juramentos para nunca mais beber álcool. Mas isso pode mudar aprenda como curar a ressaca e diminuir os seus sintomas.

Por que temos ressaca?

Quando se ingere bebidas alcoólicas, o álcool que está no nosso organismo, precisa de ser convertido em outra substância para poder ser eliminado. O álcool é então convertido numa tóxica que é o acetaldeído que é mais tóxico que o álcool. Por sua vez, este acetaldeído é convertido em acetato, e esse acetato exposto ao acetaldeído provoca os tais sintomas de ressaca conhecidos como algumas dores de cabeça, sensação de tonturas e náuseas.

Esse acetaldeído é degradado por enzimas e principalmente por um composto que é a glutationa. A glutationa contém um aminoácido que é a cisteína.

Acontece que a glutationa esgota-se muito rapidamente se for ingerido muito álcool, e então a glutationa acaba por não ser suficiente para degradar o acetaldeído e este acumula-se no organismo à espera que o fígado produza mais glutationa para degradar o acetaldeído.

Mas para essa glutationa ser produzida, necessita do aminoácido cisteína, e se este não estiver disponível no organismo para ser utilizado na produção de glutationa, a sua produção vai ser muito mais demorada, prolongando os efeitos da ressaca.

Logo, é importante consumir alimentos ricos em cisteína, para que haja uma eficiente produção de glutationa para degradar o acetaldeído.

Veja também: Sete dicas para curar uma ressaca

Alimentos bons para a ressaca

Alguns desses alimentos são: ovos, brócolis, pimenta, cebola, sementes de trigo.

Outra questão importante é também o açúcar. O açúcar é glicose (ou glucose), e essa glicose é armazenada em forma de glicogênio no músculo e fígado. Esse armazenamento funciona como uma reserva para utilizar quando não existe glucose no organismo proveniente dos alimentos. É uma reserva de energia essencial para a vida dos animais.

Quando se ingere álcool, o glicogênio é convertido em glicose e é eliminado pela urina. Visto que o glicogênio é uma fonte de reserva de energia nos animais, ao ser convertida em glicose e eliminada pela urina, vai diminuir a quantidade de reserva de glicogênio.

Então aquela sensação de cansaço na manhã seguinte, devido à falta de energia. Por isso é importante o consumo de açúcar, pois vai ajudar a recuperar os níveis de energia.

Para além disso, alguns refrigerantes com alto teor de açúcar (ex: Coca-Cola), fazem com que o álcool se dissipe mais rapidamente, diminuindo os efeitos e o tempo da ressaca.

Como já deve ter reparado, quando bebe bebidas alcoólicas, passa muito tempo a urinar. Este tipo de bebidas funciona como diuréticos, aumentando a quantidade de urina produzida. Na urina são eliminados alguns sais importantes, como é o caso do sal e do potássio. Por isso é importante repor esses sais. O potássio é facilmente adquirido através das bananas.

Dicas para curar a ressaca

O que também é muito importante, se não o mais importante na ressaca, é o consumo de água, muita água.

Como já foi dito, as bebidas alcoólicas funciona como diurético produzindo bastante urina. Na urina é eliminada água, levando a uma desidratação do corpo. Com falta de água no corpo, o corpo tenta re-hidratar tirando água do cérebro, diminuindo a quantidade de água no cérebro provocando as dores de cabeça. A ingestão de água permite que o corpo seja re-hidratado e que não tenha a necessidade de “roubar” água do cérebro, permitindo que este desempenhe as suas funções corretamente.